sábado, 12 de fevereiro de 2011

As cruzadas vistas pelos Árabes

Esta foi a minha leitura destes dias. O livro não sendo fácil de ler por relatar 200 anos de guerras, monarcas, sultões, famílias, guerreiros e avanços e recuos contém, no entanto, uma mensagem muito clara.

Que barbaridades se fizeram (e se fazem) em nome de Deus ou Alá! Que barbaridades! Quantos e quantos interesses pessoais, ganâncias, ambições, ...

Uns não foram melhores que outros e todos mataram em nome de um Deus clemente e compassivo lento para a ira e rico de misericórdia.

Claro que é um anacronismo ler o mundo com os olhos do séc XXI mas não deixa de dar que pensar tudo isto, sobretudo porque já nos relatos da época se tinha consciência que tudo isto era insensato e ilógico!

Quando será que começamos a aprender com a história!

Sem comentários:

Enviar um comentário