quinta-feira, 12 de novembro de 2009

"As velas ardem até ao fim"


Outra boa leitura recente: "As velas ardem até ao fim" de Sándor Marai.

E como, de vez em quando, gosto de abrir um livro ao calhas para ver qual a surpresa que me reserva, fi-lo agora. Deixo-vos apenas uma frase:

"A vida torna-se quase interessante, quando já aprendeste as mentiras das pessoas, e começas a desfrutar e a notar que dizem sempre uma coisa daquilo que pensam e querem realmente..." (p.142)

3 comentários:

  1. Olá Teresa:

    Esse já li. Foi meu companheiro durante poucos dias nas viagens entre a outra banda e Lisboa.

    Francamente gostei. No entanto não sei se a sensibilidade feminina gostará... Com dois personagens centrais e a trama toda entre eles.

    Mas aconselho. Está muito bem escrito e prende a atenção até ao fim!

    bjs

    João

    ResponderEliminar
  2. Pronto... tinhas de me confirmar que eu chego aos 40 ainda muito "maria-rapaz" :-(

    ehehe

    ResponderEliminar
  3. Teresa:

    já leste?

    ...
    Eu escreve isso porque dei-o a ler à cara metade estas férias e parece-me que não gostou muito! No entanto prendeu-se à leitura

    bjs

    João

    ResponderEliminar