quinta-feira, 21 de maio de 2009

815 - A cultura da participação

Ontem tive, mais uma vez, o privilégio de ouvir os sinais, da TSF, da responsabilidade de Fernando Alves.

Falava-se da Junta de Freguesia de Carnide e de um exemplo de auscultação popular

http://www.tsf.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=1238350

É por saber que é possivel uma outra forma de viver a democracia que me desgosta esta pseudo-democracia em que vivemos.

Junta de Freguesia de Carnide ao poder JÁ! e não me venham dizer que a democracia a que temos direito é esta do Sócrates. É que as mãos que fazem a guerra também são as mãos que fazem a paz. É apenas uma questão de opção!


As mãos
Com mãos se faz a paz se faz a guerra.
Com mãos tudo se faz e se desfaz.
Com mãos se faz o poema – e são de terra.
Com mãos se faz a guerra – e são a paz.

Com mãos se rasga o mar. Com mãos se lavra.
Não são de pedras estas casas mas
de mãos. E estão no fruto e na palavra
as mãos que são o canto e são as armas.

E cravam-se no Tempo como farpas
as mãos que vês nas coisas transformadas.
Folhas que vão no vento: verdes harpas.

De mãos é cada flor cada cidade.
Ninguém pode vencer estas espadas:
nas tuas mãos começa a liberdade.

Manuel Alegre

Sem comentários:

Enviar um comentário