quarta-feira, 25 de julho de 2012

1516 - Início de férias

1- Por aqui, o início do tempo de férias é marcado, tal como na escola,com a "publicação" do trabalho de férias. É necessário pintar uma ou outra divisão, tratar disto e daquilo, reparar aqueloutro... DE tal modo que, em minutos de desespero chego a suspirar pelo ritmo organizado e previsível do trabalho...
As pinturas têm então uma rotina e peculiaridades próprias. É começar a por os protetores nas madeiras e começar a desarredar tudo e logo aparecem as visitas ou a necessidade de retirar isto ou aquilo, por exemplo  de um roupeiro. Conclusão: volta a ser necessário proteger tudo de novo. Depois, quando as pinturas vão a meio e estamos já todos pintalgados é sempre o comentário de que faz falta um pintor assim na casa da visita que entretanto apareceu! (é nessa altura que contamos até 10 para não largar tudo e ir dar uma volta até à praia!)
Seguem-se pequenas reparações algumas das quais não saem bem à primeira, etc, tratar do jardim que es´ta mesmo a precisar de um olhar, etc, etc...
Tudo isto faz já parte do ritual do início de férias e as idas para a cama ao fim do dia são "tiro e queda".

2 - Concomitantemente com o "trabalho de férias" são as arrumações no "meu" espaço de trabalho. Freud deve explicar isto muito bem logo nas primeiras linhas dos seus primeiros livros. A necessidade de arrumar as coisas muito bem e de deitar outras fora. Tenho, neste momento, o escritório num caos: os papéis da tese, planificações, livros por arrumar, milhares de outros papéis... uff! o que se produz num ano letivo e que é necessário arrumar ou deitar fora. Já vai na 3ª caixa de arrumação que compro.

3 - A Maria José teve ontem a ninhada: 4 lindos gatinhos(as?). É magnífico o instinto animal! pura e simplesmente magnífico. Ela sabia que os ia ter e recusou-se a ir à rua; ela escolheu o local onde os queria ter; ela com a língua executou na perfeição todo o trabalho de parto e cuida da sua limpeza e da deles. Passou todo o dia de ontem a amamentá-los e a tratá-los. Pelas 8 da noite, pela primeira vez foi comer e avaliou com o olhar, durante uns bons 10 minutos, o estado da ninhada. Ficam bem? estão bem? até chegou a ralhar com eles! Magnífico!

4 - Numa das noites desta semana, uma saída à noite para descontrair. Numa loja de música, escuto "isto". Que génio, que génio! é fechar os olhos e deixar os sentidos atuarem!
       

2 comentários:

  1. Para mim é início de trabalhos...
    Acabadas as obras, agora tem de se fazer a limpeza e depois as arrumações. Lá para Outubro devo ter tudo arrumado...
    :)))

    Beijo, João, e boas férias.

    ResponderEliminar
  2. Maria:

    Depois dá gozo, mas durante e até lá... há alturas que parece mesmo um caos!

    Bjs

    João

    ResponderEliminar