segunda-feira, 22 de junho de 2009

843 - Quando uma tarde nos sabe a férias



Apesar de viver perto da praia, a minha época balnear começa sempre tarde. Infelizmente, por desgraça de feitio dedico-me muito mais à escola do que certas administrações mereciam que o fizesse... Daí que, durante e após as aulas raramente me sobre tempo para dar um pulo à praia, mesmo ao fim de semana. Não são raros os anos em que o meu primeiro banho de verão acontece já a meio de Julho.

Hoje, recebi um convite irrecusável da família e lá parti para Sesimbra após o almoço. Cheguei à praia já após as 5, mas soube-me pela vida. A água óptima, o sol quentinho, o livro, a família, o sobrinho, a areia e as brincadeiras sem olhar a formalismos e convencionalismos. Apenas brincar, olhos nos olhos...

Com um jantar em casa do irmão, pareceu-me estar em férias
(Ah, aquela cervejinha bebida ao fim da tarde ao por do sol...)

Afinal! até se pode ter tempo de qualidade! é só querer!

Trabalho? que trabalhem outros pois eu já dei, esta semana muito mais que as devidas 35 horas. Bem contadinhas devem ter andado pelas 55-60 horas ou mais! ´
Se houver quem duvide, desengane-se, pois tenho testemunhas. Só na passada 6ª feira estive a trabalhar das 9h às 24h sem vir a casa.

Basta!

Sem comentários:

Enviar um comentário