domingo, 14 de junho de 2009

838 - No tempo dos amores perfeitos




A primeira noite em que te vi,
Senti um calor dentro de mim,
Perguntei quem eras tu,
Tive medo mas cheguei perto de ti,
Sem saber...

A primeira vez que os lábios sentem a mágoa de sal,
O amor dá-nos mais dor que prazer...
A primeira vez que os olhos sabem ver que afinal,
O amor dá-nos mais dor que prazer...

Lembro-me do dia em que te vi,
Junto aquele banco de jardim,
Olhaste para mim e eu,
Tive medo mas cheguei perto de ti,
Sem saber...

A primeira vez que os lábios sentem a mágoa de sal,
O amor dá-nos mais dor que prazer...
A primeira vez que os olhos sabem ver que afinal,
O amor dá-nos mais dor que prazer...
...
A primeira vez que os lábios sentem a mágoa de sal
O amor dá-nos mais dor que prazer...
A primeira vez que os olhos sabem ver que afinal,
O amor dá-nos mais dor que prazer...
uuuuuhhh whoaaaa whoaaaa... que prazer...
uuuuuhhh whoaaaa whoaaaa... que prazer...
uuuuuhhh whoaaaa whoaaaa...

Aramac, Mágoa de sal

Sem comentários:

Enviar um comentário