sexta-feira, 5 de junho de 2009

829 - Partimos com um sonho




Pontual como um relógio a Luísa apareceu, como todas as 5ª feiras, lá na sala de professores para beber um cafézinho e trocar dois dedos de conversa antes de ir ensinar alguém que tenha o privilégio de a ter pela frente.

(Ah o mistério do saber: Se tu soubesses quem tens pela frente... )

Trocámos umas palavras sobre o prazer de estar reformado e ter tempo para tudo (e não ter tempo para nada!) e já não sei como, a conversa veio parar aqui. Tínhamos quase a certeza que ele não poderia ter dito que chegávamos...

Ficámos de ir procurar...

Claro! Ambos tínhamos a certeza. Sim, não importa chegar, o que importa é partir

(Obrigado Luísa por seres quem és! e que pena ser feriado na próxima 5ª)

O SONHO

Pelo Sonho é que vamos,
comovidos e mudos.
Chegamos? Não chegamos?
Haja ou não haja frutos,
pelo sonho é que vamos.

Basta a fé no que temos,
Basta a esperança naquilo
que talvez não teremos.
Basta que a alma demos,
com a mesma alegria,
ao que desconhecemos
e do que é do dia-a-dia.

Chegamos? Não chegamos?

- Partimos. Vamos. Somos.

Sebastião da Gama

Sem comentários:

Enviar um comentário