quarta-feira, 1 de abril de 2009

763 - Que caminho tão longo II













(na sequência do post 762)


Lágrima

Dos tempos em que vinhas
bater à minha porta
Sonho? ilusão?
Lágrima apenas

Dos tempos em que chegavas
sem fingimentos
Melancolia? Recordação?
Lágrima apenas

Dos tempos em que vinhas
E arriscavas, e avançavas
Dos olhos me cais
Lágrima apenas

Lágrima apenas
já não há dor
Já não há saudade
Lágrima apenas


João P.
Abril 09

Sem comentários:

Enviar um comentário