sábado, 1 de setembro de 2012

Ler... para ajudar a ler

Ninguém tem dúvida de que a escolha de uma boa leitura é algo que a experiência melhora. Durante, estas férias de verão dei por mim com saudades das minhas aulas de Português, de algo que nunca mais terei que eram uns saudosos 45 minutos de Estudo Acompanhado dedicados à leitura. 45 minutos que, em 2006 começaram assim e, em 2011, eram assim, numa área que o contrato de autonomia da Escola nos permitiu chamar "Projetos de Leitura". E dou por mim, que sou conhecida pelo meu olhar positivo sobre o Mundo, a sentir muito, mas mesmo muito, receio pela forma como, em Portugal, se está a hipotecar a Educação. Mas pronto, também estou certa que o trabalho que iniciámos aqui vai continuar a dar os seus frutos. Um trabalho que, de forma global, o nosso João estudou e já está publicado.

Voltando ao tema, dei por mim, este verão, enquanto procurava mais um volume do Carlos Ruiz Zafón, não a trazer para casa aquele que queria ler mas um que, de forma mais leve, serviria para mim e, talvez para os meus alunos. E assim foi. Devorei lentamente "O Príncipe da neblina" e imaginei que os meus alunos de 3º ciclo iriam gostar muito também. Imaginei-nos a lê-lo de forma partilhada em aulas com almofadas, chocolate quente e um bolo carinhosamente feito por uma das mães. E pronto.... um dia....

Fica a sugestão da primeira obra de Záfon, premiada em 1993 (curiosamente, o ano em que iniciei a minha carreira no ensino) e que sugiro aos estimados colegas professores-bibliotecários e a todos os leitores. Sinopse aqui. Boas leituras!
[e, nestes tempos do Multimedia, deixo-vos também o vídeo]

Sem comentários:

Enviar um comentário