quinta-feira, 15 de março de 2012

1476 - sala de professores

Na sala de professores:

1 - Entro na sala de professores e reparo numa colega, ainda jovem, que está na escola há uns 5 anos... Sentada, lê a Visão... pela cara, pela postura, vê-se que está "possessa" e procura descontrair.  

Meto-me com ela, para que ela sinta que há quem a escute... mais à frente faço-lhe ver que tudo o que lhe possa ter acontecido hoje nada tem a ver com a pessoa da colega ou com alguma perca de qualidades de professora... São os miúdos que aproveitaram o primeiro adulto que lhe apareceu à frente para  jogar  "o jogo" do poder e dos afetos. Digo-lhe que já aprendi a desdramatizar e a não levar as coisas ao nível da minha pessoa em concreto. Claro que doí, claro que é um desespero preparar uma aula e ir tudo por água abaixo devido a um ou dois...  mas é bom saber que continuamos a ser bons professores, que temos qualidades e que é tudo uma questão de afetos e de necessidade de "ser visto".

Uma hora mais tarde...

Não é que a colega esteja "melhor" mas cruzo-me com uma colega com quem partilho a vida na escola há cerca de 16/17 anos. Está de "rastos"... E se ela é boa professora...
os catraios, sempre os catraios...
não há funcionárias, as bolas entram na sala... é preciso levar alguém à direção e a direção está fechada... os alunos voltam à sala...
Da outra vez foi um que andava à volta da sala do lado de fora e fazis barulho. não havia ninguém para resolver a situação...
Os filhos de situações familiares profundamente degradadas... o desemprego...
Ela continua com amor à profissão, mas está cansada... Eu... eu escuto-a e procuro dar-lhe apoio! que diabo! já são 16/17 anos de trabalho em conjunto

Férias... o legislador não percebe o que são vidas de relação pedagógica... o palco e a avaliação diária, o ter que estar permanentemente a 110% para conseguir levar a água ao nosso moinho, as noitadas a preparar aulas, os papéis e planos que desgastam pois a questão está fora da escola a maior parte das vezes...

Quando voltei, mais tarde à sala de professores, nem uma nem outra estavam na sala... 

Amanhã será novo dia!      

Sem comentários:

Enviar um comentário