quinta-feira, 22 de setembro de 2011

1403 - primeira aula do ano

Primeira aula deste ano lectivo...

Uma turma de 7º ano com um grande grupo de rapazes... Os putos estão agitados e há umas conversas paralelas...

Vi aquilo mal parado para lhes falar um pouco de mim e do que vão aprender...

Lembrei-me de lhes falar de que podíamos fazer um blogue e começámos logo a pensar num primeiro texto. Passados poucos minutos os putos estavam conquistados e a trabalhar no primeiro post!

Bendita experiência de já 24 anos de ensino que nos permite ter estratégias que motivam e controlam uma aula sem que seja necessário algum autoritarismo que não leva a nada e que eles estão à espera

Vamos ao trabalho. Não há uma segunda oportunidade para uma primeira impressão
---
Texto retirado daqui:

Faz a diferença!

Era uma vez um escritor que morava numa tranquila praia, próxima de uma colónia de pescadores. Todas as manhãs ele caminhava à beira do mar para se inspirar, e à tarde ficava em casa a escrever.
Certo dia, caminhando pela praia, ele viu um vulto que parecia dançar. Ao chegar perto do vulto, ele reparou que se tratava de um jovem que recolhia estrelas-do-mar da areia para, uma por uma, jogá-las novamente de volta na água.
– Porque fazes isso? – perguntou o escritor.
– Não está a ver? – explicou o jovem – A maré está baixa e o Sol está muito quente. Elas vão secar e morrer se ficarem aqui na areia.
O escritor espantou-se:
– Meu jovem, existem milhares de quilómetros de praias por todo o mundo e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas pela praia. Que diferença faz? Jogas umas poucas no mar. A maioria vai morrer de qualquer forma.
O jovem pegou mais uma estrela na praia, jogou de volta na água e olhou para o escritor.
– Sim, mas para esta eu fiz a diferença.
Naquela noite o escritor não conseguiu dormir, nem sequer conseguiu escrever. Pela manhã, voltou à praia, uniu-se ao jovem e, juntos, começaram a jogar estrelas-do-mar de volta ao oceano.

Rangel, Alexandre (Org.) (2002). As mais belas parábolas de todos os tempos, vol.1, pág.97. Editora Leitura.


Tal como nesta estória, faço votos que cada um dos professores consiga fazer a diferença na vida dos seus alunos.
Desejo-vos um excelente ano letivo, repleto de realizações pessoais e profissionais.
Faz a diferença!

2 comentários:

  1. Que o ano lectivo que agora começa seja mais um ano em que, chegado ao fim, possas sentir que mais uma vez cumpriste a tua missão.

    Beijo, João.

    ResponderEliminar
  2. Maria:

    Agradeço os votos e alargo-os a todos os professores deste país!

    Beijo

    João

    ResponderEliminar