segunda-feira, 25 de abril de 2011

1329 - Perto do mar (o resto pouco importa)



Não que os dias tenham estado bonitos e solarengos (até apanhei duas molhas daquelas que se tem que tirar a roupa toda)mas valeram alguns flashes, aqui e ali

Gostei sobrenamaneira de ouvir o barulho do mar num por do sol absolutamente fora do comum

Mar Sonoro


"Mar sonoro, mar sem fundo, mar sem fim.
A tua beleza aumenta quando estamos sós
E tão fundo intimamente a tua voz
Segue o mais secreto bailar do meu sonho
Que momentos há em que eu suponho
Seres um milagre criado só para mim."
 
Sophia de Mello Breyner Andresen







Sem comentários:

Enviar um comentário