quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

1453 - Notas breves ou apontamentos sobre os dias que correm















1 - A crise a troika ou lá o que seja -Há algo no meio disto tudo que gostava que os sindicatos fizessem passar para as opiniões públicas ou aprendessem para  futuras negociações. Refiro-me aos dias de férias ou determinados subsídios. Muitas vezes, nas negociações sobre aumentos salariais o governo ou patrões argumentam que não podem aumentar salários por este ou aquele motivo e propõem aos sindicatos a existência de um ou outro subsídio complementar que não faz aumentar a rubrica salarial mas que faz aumentar o que se recebe ao fim do mês. Creio que foi isso que aconteceu com os maquinistas da CP. Deram-lhes um subsídio ao qual atribuíram um qualquer nome infeliz como seja o de "subsídio de deslocação" ou similar.
Ora o que sucede é que tudo isto visto uns anos depois, sem o necessário contexto, cheira a ridículo. Onde é que já se viu que os maquinistas da CP tenham direito a um subsídio de deslocação se é inerente ao seu trabalho a deslocação. Pois... é pena é que esta tivesse sido até uma ideia da entidade patronal a fim de evitar aumentos salariais!
O mesmo se passa com os 25 dias úteis de férias. Olhados agora a frio, parecem excessivos. é pena é que tenham sido dados em alternativa aos aumentos salariais. Agora... nem férias, nem salário!  Boa!!!! sendo que afinal a tal ideia de premiar o mérito já deu aquilo que tinha a dar...

2 - Felizmente que ontem me lembrei da velha máxima:  "Nunca discutas com um imbecil: Ele arrasta-te para o seu nível e depois ganha-te em experiência"
Estive quase, quase... bendita experiência de vida! 
Tenho de colar esta máxima em postit
Trabalho, trabalho, puxa que puxa! é assim a vida. Pena que haja sempre gente que gosta de ir pelo caminho do problema e não o da solução o que acaba por tornar o trabalho mais difícil.
   
3 - A tese tem-me ocupado todo o meu tempo livre e orientado todos os meus pensamentos. um destes dias consegui até escrever 14 páginas num só dia. Na 6ª feira  não me saia da cabeça esta fabulosa composição de Vivaldi! felizmente que há génios para nos iluminar o espírito


2 comentários:

  1. Pensar que poderíamos estar num 'barco' diferente, rumo a uma sociedade de facto mais justa e mais fraterna... e sabendo de quem é a culpa...
    É melhor parar aqui, e prepararmo-nos para dia 11!
    Vivaldi apetece sempre. Mesmo sem tese :)))

    Beijo, João

    ResponderEliminar
  2. Maria:

    são mesmo aprendizagens que se têm que fazer de modo a não nos tomarem por tolos em próximas ocasiões
    ---
    Apetece pois!

    Beijo

    João P.

    ResponderEliminar