quinta-feira, 17 de junho de 2010

1130 - feelings
















O barco vai de saída
Adeus ao cais de Alfama
Se agora ou de partida
Levo-te comigo ó cana verde
Lembra-te de mim ó meu amor
Lembra-te de mim nesta aventura
P'ra lá da loucura
P'ra lá do Equador

Gingão de roda batida
corsário sem cruzado
ao som do baile mandado
em terra de pimenta e maravilha
com sonhos de prata e fantasia
com sonhos da cor do arco-íris
desvaira se os vires
desvairas magias

Já tenho a vela enfunada
marrano sem vergonha
judeu sem coisa nem fronha
vou de viagem ai que largada
só vejo cores ai que alegria
só vejo piratas e tesouros
são pratas, são ouros,
são noites, são dias

2 comentários:

  1. Fausto é um grande compositor...
    e o barco vai de saída!

    Um beijo, João.

    ResponderEliminar
  2. Maria:

    Vai mesmo!

    Veremos se chega

    beijo

    João

    ResponderEliminar