sexta-feira, 7 de maio de 2010

Hora do conto

Hoje foi dia de mais uma "hora do conto"...

Ofereci-me para o fazer enquanto me der prazer, ao mesmo ritmo e, sobretudo, não quero que se torne numa rotina...

Hoje só houve tempo para duas histórias...

Comecei com uma calmita lendo-lhes o "Frederico" que tinha comprado na 6ª feira...
Foi muito interessante a interacção com eles pois, como estavam habituados à cigarra e formiga, estavam rotinados para essa moral... (ah, foram eles que chegaram la, à comparação com a fábula...)
Conversámos... (muito) e expliquei-lhes que todos somos importantes num grupo e temos que ser nós próprios...

Seguiu-se um improviso com "espelhos", um livro só ilustrado que resolvi levar e explorar com eles...

Resolvi encenar o livro com eles e a foto mostra dois a fazerem de espelho... Depois foi ir por ali fora e fazê-los perceber as várias fases do nosso humor: gostamos do espelho e da interacção; chateamo-nos com a brincadeira, o outro chateia-se connosco e parte-se o espelho, a solidão, o desejo de ter alguém com que brincar e partilhar...

Estava a ir para um terceiro e... acabou-se o tempo e já era tarde... (ficou a promessa de uma última vez...)

Sem comentários:

Enviar um comentário