domingo, 17 de janeiro de 2010

Adivinha quanto gosto de ti

Ora aqui está um livro que nos põe com o astral em cima e nos permite ficar bem dispostos todo o dia!

É F A B U L O S O e fala de uma coisa extremamente simples e, ao mesmo tempo, tão complicada (por nossa culpa).
Felizmente que aqueles que sabem ser como crianças, compreendem e dizem isto tão bem:

Gosto de ti!


















Então, a pequena lebre olhou a grande noite escura por entre os arbustos. Nada poderia estar tão longe quanto o céu. “Gosto de ti até à Lua.”, disse, fechando os olhos. “Oh, isso é longe.”, disse a grande lebre cor de avelã. A grande lebre cor de avelã deitou a pequena lebre cor de avelã na sua cama de folhas. Inclinou-se sobre ela e deu-lhe um beijo de boas-noites. Então, deitou-se bem perto e sussurrou com um sorriso “Gosto de ti até à Lua… e de volta até à Terra.”

Sem comentários:

Enviar um comentário