segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Alexandre

Antes de ter de devolver o livro à Biblioteca, apetece-me partilhar outro dos belos poemas de O'Neill

Alexandre

Alexandre, meu projeto,
estás a bater errado ou certo?

Errado ou certo, ainda bates!
Será viver disparate?

Esse coração que pulsa
é apenas literatura?

Esse amuo e essa ânsia,
disparates de criança?

E o A que tens bordado
no coração? Só vaidade?

E  ofilho qinda de bolso?
Será pouco?

Alexandre meu projecto,
bate, bate, errado ou certo!

Alexandre O'Neill

Sem comentários:

Enviar um comentário

1897 (da resiliência) - Uma vez que já tudo se perdeu

Uma vez que já tudo se perdeu Que o medo não te tolha a tua mão Nenhuma ocasião vale o temor Ergue a cabeça dignamente irmão Falo-te em...