sexta-feira, 13 de abril de 2012

Ondjaki - A simplicidade acima de tudo























Ser

seja ruído
seja beijo
seja voo
seja andorinha
seja lago
seja pacatez da árvore
seja aterragem de borboleta
seja mármore de elefante
seja alma de gaivota
seja luz num olhar
seja um cardume de tardes
e grite: JÁ SOU.

Ondjaki. 101 poetas: Iniciação à poesia em língua portuguesa.

Sem comentários:

Enviar um comentário