quarta-feira, 20 de outubro de 2010

1197 - o sentido do sentido
























O sentido do sentido das coisas
As coisas sem sentido
Sentir as coisas que não fazem sentido

Ir na corrente sem sentido
Faz sentido ir na corrente do sentido?
Como parar uma corrente sem sentido?

As coisas, o sentido, a corrente...
faz sentido?

O sentido das coisas
É não terem sentido nenhum?
Só faz sentido fazer as coisas se tiverem sentido?

A toda a pressa para lado nenhum?

João P.
Out 2010

---

Saberei viver sem navegar nas fortes correntes?
Haja ou não sentido?
Será que não será esse o sentido?

---

P.S 1 - Mas uma coisa é certa - a viagem partilhada com outros companheiros faz muito mais sentido mesmo que não tenha sentido- No final da vida só o amor permanece)
P.S. 2 - o pior é mesmo nem estar no barco desgovernado (digo eu...)

---

10 minutos depois

XXIX - Nem Sempre Sou Igual
Nem sempre sou igual no que digo e escrevo.
Mudo, mas não mudo muito.
A cor das flores não é a mesma ao sol
De que quando uma nuvem passa
Ou quando entra a noite
E as flores são cor da sombra.

Mas quem olha bem vê que são as mesmas flores.
Por isso quando pareço não concordar comigo,

Reparem bem para mim:
Se estava virado para a direita,
Voltei-me agora para a esquerda,
Mas sou sempre eu, assente sobre os mesmos pés —
O mesmo sempre, graças ao céu e à terra
E aos meus olhos e ouvidos atentos
E à minha clara simplicidade de alma ...


Álvaro de Campos

Sem comentários:

Enviar um comentário