domingo, 21 de dezembro de 2014

Os Dublinenses de James Joyce

Acabei de ler "Dublinenses" (Dubliners) de James Joyce, livro de contos escrito a partir de 1904 e publicado em 1914. 

Confesso que não sou grande apreciador de contos, pois gosto de me ir enamorando dos personagens e estabelecendo relação com eles, inteirando-me da sua densidade e contradições. No caso dos contos, mal conhecemos cada personagem, já quase a história está a acabar... 

No entanto, gostei deste livro, pelo facto de a escrita de James Joyce ser diferente do comum. Em quinze contos, o autor contempla com realismo e dureza das vidas comuns dos seus conterrâneos  que percorrem as ruas de Dublin, aparecendo, em ordem cronológica: a perda da inocência na infância, as angústias e incertezas da adolescência e a desilusão dos adultos ao encararem sua epifania, o momento em que a verdadeira natureza de algo se dá a conhecer e gostei sobremaneira do final inesperado com que cada conto termina. 

É um bom livro para se conhecer melhor a alma dos Dublinenses, apesar de a obra os retratar como eram há um século atrás.

Sem comentários:

Enviar um comentário