segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

1547 - Mensagem de ano novo

Assim como a minha laranjeira que esteve 3 anos sem nada produzir e que estive quase para arrancar, sendo que o ano passado já deu frutos e que, este ano, está carregadinha de laranjas, também não desanimarei ao longo deste ano que amanhã começará!

Estou certo que se conseguirá sobreviver a quem nos quer derrubar e colocar fora!

Sobrevivemos!

Haja muita paciência










Desesperar Jamais

Ivan Lins

Desesperar jamais
Aprendemos muito nesses anos
Afinal de contas não tem cabimento
Entregar o jogo no primeiro tempo

Nada de correr da raia
Nada de morrer na praia
Nada! Nada! Nada de esquecer

No balanço de perdas e danos
Já tivemos muitos desenganos
Já tivemos muito que chorar
Mas agora, acho que chegou a hora
De fazer Valer o dito popular
Desesperar jamais
Cutucou por baixo, o de cima cai
Desesperar jamais
Cutucou com jeito, não levanta mais

3 comentários:

  1. Resistimos!
    Bom ano, de muitas lutas, com saúde e empenho para as agarrar.

    Beijinho, João.

    ResponderEliminar
  2. Resistiremos pois! há muita luta a fazer (a primeira das quais´e mantermos a sanidade e a coluna vertical)

    bjs

    João

    ResponderEliminar
  3. a pausa sabática está quase a terminar. há que recomeçar

    Recomeça....
    Se puderes
    Sem angústia
    E sem pressa.
    E os passos que deres,
    Nesse caminho duro
    Do futuro
    Dá-os em liberdade.

    Enquanto não alcances
    Não descanses.

    De nenhum fruto queiras só metade.

    E, nunca saciado,
    Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.

    Sempre a sonhar e vendo
    O logro da aventura.

    És homem, não te esqueças!

    Só é tua a loucura
    Onde, com lucidez, te reconheças...

    Miguel Torga

    ResponderEliminar