domingo, 18 de dezembro de 2011

1432 - Uma singela homenagem a Cesária Évora



Conheci a sua música há muitos anos atrás. Confesso que a primeira vez que ouvi "falar" dela foi ouvindo a "sodade" que conhecia cantada pelo Bonga. Gostava mais da versão dele mas...

Depois comecei a amar a voz e rendi-me à sua "sodade".

Agora fica mesmo a saudade em mim

2 comentários:

  1. Maria:

    Era uma voz com presença e com ritmo. Se a isso lhe juntarmos a presença em palco, fica a memória e a saudade

    Beijo

    João

    ResponderEliminar