quarta-feira, 9 de novembro de 2011

1423 - Quando o belo não nos pode deixar de tocar

1- Esta é a música que por estes dias tem viajado comigo no carro. E que boa companhia me faz! 2 - Excelentes os concertos organizados pela Câmara de Almada ao longo do mês de Outubro no âmbito do dia da música Gostei especialmente deste 22 de Outubro de 2011 | 19.00 horas Descuydado el ruiseñor (O incauto rouxinol) - Música nas Cortes de Bragança e Bourbón em Portugal e Espanha no século XVIII. As Cortes das dinastias de Bragança e Bourbon (Portugal e Espanha) foram importantes centros de actividade musical do século XVIII. Este facto coincidiu com uma forte internacionalização do gosto musical, que resultou numa amálgama do emergente e cada vez mais influente estilo italiano, com elementos de estilo francês e com os resquícios de algumas características próprias do já decadente estilo ibérico. Para além da vizinhança geográfica, a actividade musical destas duas cortes foi particularmente próxima, muito devido ao enlace matrimonial entre o príncipe espanhol Fernando de Bourbon, mais tarde, Fernando VI, e a princesa Maria Bárbara de Portugal. É precisamente em torno da actividade musical vivida nestas duas cortes que é estruturado o programa deste concerto. Pedro Bonet Programa I Alessandro Scarlatti (1659-1725) Cantata “Augellin, vago e canoro” Aria, Recitativo, Aria, Recitativo, Aria Jaume de la Tê y Sagau (h. 1680-1736) Cantata “Qué diría Cupido” (Cantatas humanas a solo, Lisboa 1723) Preludio Affectuoso, Recitativo, Aria, Coplas, Recitativo, Aria Domenico Scarlatti (1685-1757) Gavota K 64 Giga-Menuet K 78 José de San Juan (1670 ?-1747) Cantada humana de Eurotas y Diana Francisco Javier de Nebra (1705-1741) Partida amorosa “Descuidado ruyseñor” II Emanuel Rincón de Astorga (1680-1755?) Cantata “Non è sol la lontanaza” A tempo giusto, Recitativo, Aria Georg Friedrich Haendel (1685-1759) Sonata a trío en fa mayor Allegro, Grave, Allegro Giacomo Facco (1680-1753) Balletto 2 en sol mayor Preludio, Allemanda, Corrente, Giga Michel Pignolet de Montéclair (1667-1737) Cantate “Europe” (Cantates a une et deux voix avec simfonie…, troisième livre, Paris 1706) (Ouverture), Recitatif, Air, Recitatif, Air, Recitatif, Air Intérpretes Grupo de música barroca La Folia: Belén Gonzáles Castaño (flautas de bisel) | Guillermo Martínez (violoncelo) |Laura Puerto (cravo) Célia Alcedo: soprano Direcção e flautas de bisel: Pedro Bonet Descuidado el ruiseñor corre la luciente esfera. No sabe lo que es amor, que si su voz lo supiera nunca trinara su voz. Pero enamorado luego, llora y con sonoro canto en los gorgeos del llanto halla alibio en su dolor.

Sem comentários:

Enviar um comentário