quinta-feira, 9 de julho de 2009

857 - memória de dois dias intensos



Ontem e hoje estive em Braga, na U.M., para participar num encontro sobre Podcast. Foram dois dias muitíssimo intensos...

Aqui fica o relato:

Acordei às 4h50, para poupar uma noite de quarto, e lá fui a guiar direitinho para Braga. Desta vez onascer do Sol não foi tão espectacular como em Novembro em que a primeira claridade apareceu em Fátima e o nascer do sol foi uns bons quilómetros mais à frente. Agora, por ser verão, foi tudo muito mais rápido e cedo. A viagem perdeu uma certa magia.

Cheguei a Braga às 9h10 mesmo a tempo da sessão de abertura que começou daí a pouco.
Foi um dia duro, das 9h20 às 20h00! Apresentações, relatos, partilha, debate, boas práticas... Que falta me fez o café até meio da manhã e que desencanto por perceber que não poderia revisitar com calma alguns locais. Terminar às 20h00 não estava de todo no programa...

Só tive tempo de ir numa corrida ao Bom Jesus e desatar a tirar fotos como um desalmado e, claro, beber uma cervejinha na esplanada até ao pôr do Sol... (que pena não ter tirado o livro do carro, mas não me apeteceu levantar-me)

Deu para me perder em pensamentos... sobretudo ter a noção que o tempo passa a correr. Da última vez que tinha estado ali tinha o meu mais velho 2 ou 3 anos. Agora já está na Universidade...

Como estes não eram pensamentos que me entusiasmassem muito e porque as cores estavam fantásticas ainda fui repetir umas fotos de há anos no Sameiro. Havia por lá uns azulejos fantásticos.


Tempo de jantar e de ir ao quarto. Depois relembrar o centro histórico e tomar um cafezinho na Brasileira. Braga está LINDA! O centro sem carros, animação nocturna com noite de fados numa noite de verão...

Hoje tive que acordar cedinho pois as sessões começavam às 9h00. Nem dei pelo cansaço nem pelo sono nos dois workshops sobre podcast e cujo produto publiquei no post anterior. Afinal não são precisos recursos técnicos quase nenhuns. Com um microfone baratinho já se faz a festa... Tudo acabou pelas 13h.

O almoço foi na companhia da Regina - Amiga de há uns anos que conheci nestas andanças e que mora por lá.
Obrigado Regina! os dois dedos de conversa e o "conbibio" fazer valer a pena tantos desencantos.

Como a intensidade do sol não dava para grandes fotos e porque não me apeteciam nostalgias, dei um pulinho a Guimarães antes de vir para baixo


Que bonita que está Guimarães
Que bem me soube aquele quarto de hora na esplanada a beber uma cola bem fresquinha!

(Pausa para referir que a lgumas das fotos bem podiam dar uma das cenas de Verão da Maria P.

Felizmente que a tarde nem esteve quente pelo que a condução para casa nem foi muito cansativa nem desidratante...

Sem comentários:

Enviar um comentário