quarta-feira, 11 de março de 2009

736 - Em dias de cansaço extremo




Quando estou demasiado cansado, volto sempre ao meu refúgio e à minha música de fundo. É fechar os olhos e deixar que a música nos invada os sentidos.

Depois
lentamente
lentamente
chegam
os sons,
os cheiros,
as cores
E lá estou eu
em viagens reais
concretas

os cheiros
de África...

O dia foi como?
Falavas de quê?

"If I know a song of Africa, of the giraffe and the African new moon lying on her back, of the plows in the fields and the sweaty faces of the coffee pickers, does Africa know a song of me? Will the air over the plain quiver with a color that I have had on, or the children invent a game in which my name is, or the full moon throw a shadow over the gravel of the drive that was like me, or will the eagles of the Ngong Hills look out for me?"

Sim, lembro-me bem de ver montanhas numa planície de nuvens e uma estrada compriiiida e rectilínea que não levava a lado nenhum e a todo o lado
E algumas árvores
E o deserto da Kalaari

E esta música que nos envolve
E a beleza que nos cerca
E a paz

Uma grande paz
África...

Sim as cores
O vermelho fogo da terra
E o cheio a terra molhada

ah, e havia também...

Sem comentários:

Enviar um comentário