terça-feira, 29 de maio de 2007

207 - A propósito da situação que por aí se vai vivendo














(greve - Segall 1956)


Por acaso até não vou fazer greve e tudo o que vou escrever adiante poderá parecer incongruente mas, não estou para dar nem mais um tostão ao governo para que gaste em sei lá o quê para fazer sei lá o quê. Estou farto de er o meu dinheiro mal gasto, de não ser aumentado, de ver o meu poder de compra diminuir, de asneira atrás de asneira e NÃO ME APETECE dar-lhes mais uns cobres para esbanjarem. Para esbanjar o meu dinheiro eu tenho imaginação suficiente. Pois dividirei o meu ordenado em 30 partes e uma delas (a do tal dia da greve) será para esbanjar no que bem me apetecer... Para safado, safado e meio!


Este post até nem era sobre a greve mas sobre um certo modo de estar e de deixar andar que nos deixa ficar mal. Não mais fazerem de mim um tolo que é enganado com "papas e bolos". Haja que páre e diga: Não - por mim e pelos outros


Sem comentários:

Enviar um comentário