quinta-feira, 2 de novembro de 2006

105 - tudo passa! ficam as memórias das coisas boas

1Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu.
2Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
3tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derribar, e tempo de edificar;
4tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
5tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de abster-se de abraçar;
6tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de deitar fora;
7tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;
8tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.


Eclesiastes III

Sem comentários:

Enviar um comentário