quinta-feira, 19 de julho de 2018

1876 (do prazer de viver) - É de manhã

É de Manhã
Caetano Veloso



É de manhã
É de madrugada
É de manhã
Não sei mais de nada
É de manhã
Vou ver meu amor

É de manhã
Vou ver minha amada
É de manhã
Flor da madrugada
É de manhã
Vou ver minha flor

Vou pela estrada
E cada estrela
É uma flor
Mas a flor amada
É mais que a madrugada
E foi por ela
Que o galo cocorocô
Que o galo cocorocõ

Sem comentários:

Enviar um comentário

1893 (da consciência de si) - António: ou esse gajo e eu

António: ou esse gajo e eu Para que estou eu aqui a faalr sobre este gajo que ninguém sabe quem foi perdeu uma batalha em Alcântara (em...