terça-feira, 13 de novembro de 2012

1545 - Tempo de pausa!

Decidi fechar este blogue por uns tempos! Tudo tem o seu tempo e acho que superei uma etapa.
O blogue, foi mesmo muito importante numa determinada etapa da minha vida.
Hoje estou noutra onda (boa ou má, não interessa). Apenas acho que deixou de fazer sentido!

Talvez volte! quem sabe?

Ao longo destes anos este poema tornou-se verdade! Ainda bem!

É possível falar sem um nó na garganta.
É possível amar sem que venham proibir.
É possível correr sem que seja a fugir.
Se tens vontade de cantar não tenhas medo: canta.

É possível andar sem olhar para o chão.
É possível viver sem que seja de rastos.
Os teus olhos nasceram para olhar os astros.
Se te apetece dizer não, grita comigo: não!

É possível viver de outro modo.
É possível transformar em arma a tua mão.
É possível viver o amor. É possível o pão.
É possível viver de pé.

Não te deixes murchar. Não deixes que te domem.
É possível viver sem fingir que se vive.
É possível ser homem.
É possível ser livre, livre, livre.

Poema de Manuel Alegre


2 comentários:

  1. João

    Eu também me afastei um pouco do meu blogue, e de toda a blogosfera, passando a dar mais tempo ao Face, pela simples razão de que no face a mobilização é mais fácil, a informação é imediata, etc.
    Mas são coisas diferentes.
    Não escrevo no face como escrevo no blogue. Hei-de voltar a 100% ao blogue quando isto acalmar, e penso que farás o mesmo.
    Gosto de te ler, e continuo a ler-te e a outros blogues, embora não comente.
    De qualquer forma, tudo de bom para ti, vejo-te no face e, talvez, um dia destes aqui outra vez.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  2. Maria:

    É isso mesmo!
    Continuaremos a ler-nos noutros fóruns.

    Talvez seja mesmo um até breve. Obrigado por todos o apoio

    beijo

    João

    ResponderEliminar