domingo, 28 de fevereiro de 2010

Com a cabeça nas nuvens (tradução livre)

Que história fabulosa para contar e ouvir recontar

I Lived on the mon / He vivido en la luna / He viscut en la lluna: curtmetratge de Yannick Puig

I lived on the Moon from Yannick Puig on Vimeo.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Das árvores




Movida pelo pedido de uma colega de escola, trouxe para leitura de fim de semana A árvore, de Sophia de Mello Breyner Andresen. O livro inclui também o conto "O espelho ou o retrato vivo", sendo ambos inspirados em contos japoneses, como nos explica a autora numa nota inicial.

Deliciei-me com a leitura (rápida, mas intensa!) à beira-mar, temperada por uns raios de sol quentinhos... Concluo que esta é mais uma "arca" quase inesgotável da nossa literatura. Sophia de Mello Breyner Andresen surpreende-nos sempre. A simplicidade (vulgo claridade) das suas palavras, remeteu-me de imediato para uma actividade de intertextualidade que proporei a propósito deste seu livro e da obra A árvore generosa, de Shel Silverstein. Partindo da utilidade da árvore, procurarei chegar à "importância das pessoas"... em qualquer idade!

sábado, 6 de fevereiro de 2010

O bichinho de conto ponto pt

A tarde de hoje (6ª feira) foi dedicada a uma ida a Óbidos a propósito de ir à procura de uma livraria especializada em literatura infantil da qual a Jacky e a Margarida me tinham falado antes do Natal a propósito dos livros da Ilustradora Suzy Lee)...

(http://www.obichinodeconto.pt/ )

Valeu bem a pena os 160 km andados (ida e volta...)

Ainda comi qualquer coisa em Óbidos e aproveitei para "namorar" com a vila e deliciar-me na leitura de mais umas páginas de "A peste" de Camus.


Depois...



Foi absolutamente fantástico!

Foi absolutamente fantástico ver uma escola primária abandonada transforma-se numa livraria com livro infantil. Que beleza! Que encanto!
Como é belo saber que um sítio por onde passaram crianças a aprender as primeiras letras é agora local onde as letras são promovidas para chegarem a outras crianças
O local é belo e tem uma vista fantástica sobre Óbidos, a lagoa de Óbidos e Foz do Arelho...

O atendimento é excelente e a livraria tem obras fora do comum (gastei um balúrdio... ver mais abaixo no post)

Terminei profudamente comovido com a exposição, numa das antigas sala de aula da Escola (espaço para exposições agora) de uma exposição de ilustrações da obra "o que se vê no ABC" feitas pela Danuta Wojciechowska.
As primeiras letras numa sala onde tantos aprenderam as primeiras letras. Afinal a escola não morreu...
Lindo... só visto...





















---
Comprei:
- Onde vivem os monstros de Maurice Sendak da Kalandraka
- Chat de Laurent Grisel e Benoît Jacques
- Alice in Wonderland - Suzy Lee

e

- Bleu sur Bleu de Katsumi Komogata
Este é fabuloso. Ora vejam as formas, os relevos e os recortes:



quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

O estrangeiro - Albert Camus


No ano em que se celebra o 50º aniversário da morte de Albert Camus (4/1/1960)
---
O Estrangeiro é a história de Meursault, um homem que vive uma vida, que talvez não devesse ser contada. Pois ele vive vazio de emoções, incapaz de sentir amor, saudade, ódio, medo, ou qualquer outra emoção. A sua vida vai-se desenrolando como se ele fosse um estrangeiro, não em relação a um país, mas em relação à humanidade.
O livro é intressantíssimo de ler por encontrarmos alguém tão ingénuo, tão friamente coerente consigo próprio e que leva essa lógica até ao fim, sendo o leitor confrontado com um drama que não imaginaria que pudesse acontecer.


É um livro que se lê numa tarde... e é uma obra que foi prémio Nobel.