domingo, 8 de julho de 2007

234 - a gente lê e não acredita IV






E. B. 2,3 Padre Agostinho Caldas Afonso

Pias - Monção














Graças à gotinha fui ler uma notícia do Expresso de hoje e fica-se estupefacto:

"EB23 de Pias ganhou um prémio internacional mas vai fechar
DREN extingue escola premiada
Rosa Pedroso Lima

Um organismo internacional reconheceu mérito educativo, pela primeira vez, a uma escola pública portuguesa. Quando entregar o prémio, a escola já foi extinta.

18:27 | sexta-feira, 29 JUN 07

A escola EB 23 Padre Agostinho Caldas Afonso foi extinta pela Direcção Regional de Educação do Norte (DREN) em Abril passado. Fecha as portas em Agosto.
Na semana passada, o conselho executivo recebeu o aviso de que a escola tinha sido escolhida para receber o "Prémio Iberoamericano de Excelência Educativa 2007" por um organismo internacional não governamental. “A princípio, julgámos que se tratava de uma brincadeira”, confessou João Vilar, responsável do estabelecimento de ensino. Mas não estavam a brincar. Em Setembro, no Panamá o Conselho Iberoamericano para a Qualidade Educativa, aguarda a presença dos dirigentes da escola para lhe entregar o prémio, em cerimónia oficial. “Não decidimos, ainda, o que vamos fazer”, diz João Vilar. Nessa altura, de facto, já a escola estará fechada e os professores – presidente do conselho executivo incluído- estarão colocados noutro estabelecimento de ensino."

Que país tão rico é este? Esta lógica do "tem menos que x alunos é para fechar" dá nisto! E assim se faz Portugal.

Apetece citar Almada NEgreiros no seu Manifesto Anti-Dantas


"Morra o Dantas, morra! Pim!

Portugal que com todos estes senhores conseguiu a classificação do país mas atrasado da Europa e de todo o Mundo! O país mais selvagem de todas as Áfricas! O exílio dos degredados e dos indiferentes! A África reclusa dos europeus! O entulho das desvantagens e dos sobejos! Portugal inteiro há-de abrir os olhos um dia - se é que a sua cegueira não é incurável e então gritará comigo, a meu lado, a necessidade que Portugal tem de ser qualquer coisa de asseado!
Morra o Dantas, morra! Pim!

José de Almada Negreiros Poeta d'Orpheu Futurista E Tudo
1915"

Sem comentários:

Enviar um comentário