sábado, 30 de junho de 2012

Geração Twitter

Uma destas noites estava numa das livrarias da moda e escuto uma conversa entre dois rapazes de cerca de 14 anos acerca de um livro volumoso que estava embrulhado numa capa de plástico.

Dizia um deles:
- Se calhar este livro tem muitos livros lá dentro!

Respondeu o outro:
-  Não! está e escrito em várias línguas!

(Não concebiam, de facto, que um livro pode mesmo ser extenso e tem umas 800 ou 900 páginas...)


1510 - De facto, a vida tem coisas fantásticas

 A vida, de facto, tem coisas fantásticas! Para a semana irei defender a  minha dissertação de mestrado (tenho aproveitado todos os bocaditos disponíveis para reler a dissertação e conceber respostas a perguntas que me podem ser colocadas)

Bom, estando a defesa da dissertação já prestes a acontecer é uma etapa da vida que se completa e se fecha.

Eis senão quando, chegou hoje a casa e tenho na caixa do correio um postal de uma amiga com a qual já não falo presencialmente há uns dois anos e que acaba por saber de amigos de amigos da data da minha defesa da dissertação. Foi neste contexto que acontece o postal que hoje recebi!

Confesso que me soube muito, mas muito bem e que me valeu por todo o esforço que desenvolvi.

O postal é fabuloso: apenas me deseja toda a sorte do mundo e me diz que faz todo o sentido chegar onde cheguei e que mereço este passo! Se há justiça no mundo é dar a quem o merece!
 Que mais se pode querer em alturas singulares da vida? Que bom existirem amigos (todos os amigos) que vibram connosco e nos fazem sentir que estamos certos e que a nossa vida e opções não foram uma quimera sem nexo! e que a amizade fica e que fez sentido algum sofrimento para nos mantermos firmes nas nossas convições mesmo que fossem contra tudo e todos e que chegássemos a pensar que eram "eles" que estavam certos!!!!

A todos os meus amigos (que são muitos) dedico este poema!
A todos os meus amigos que mais de perto acompanharam o meu percurso profissional nos últimos anos dedico este poema

Queria nomeá-los mas se calhar alguns ficarão de fora por mero esquecimento e isso não quero que aconteça.

De qualquer forma, alguns deles acabam por estar nomeados na 1ª página da minha dissertação. A esses mais "especiais" e que mais me acompanharam no meu mestrado, o meu obrigado !    

 














Mal nos conhecemos
Inauguramos a palavra amigo!
Amigo é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece.
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!
Amigo (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
Amigo é o contrário de inimigo!
Amigo é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado.
É a verdade partilhada, praticada.
Amigo é a solidão derrotada!
Amigo é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
Amigo vai ser, é já uma grande festa!
Alexandre O'Neill

terça-feira, 26 de junho de 2012

1509 - Aprender com os outros

LIVREIRO DA ESPERANÇA

Há homens que são capazes
duma flor onde
as flores não nascem.
Outros abrem velhas portas
em velhas casas fechadas há muito
Outros ainda despedaçam muros
acendem nas praças uma rosa de fogo.
Tu vendes livros quer dizer
entregas a cada homem
teu coração dentro de cada livro.

Manuel Alegre

---
 por acaso já vi que a foto não captou. A minha Maria José descansa profundamente embalada pela música que sepre me acompanha.


Descansa, descansa! Ele há pedaços de vida que têm as suas vantagens... pudesse eu descansar assim como quem não quer a coisa.



sábado, 23 de junho de 2012

1508 - Imaginação

"Um raciocínio lógico leva-o de A até B.
A imaginação leva-o a qualquer lugar que você quiser"

Deve ser por isso que procuro ser imaginativo e criativo. Velhas rotinas são seguras mas, não nos levam longe!

domingo, 17 de junho de 2012

1505 - Com é que aqui chegámos?


















"numa madrugada de Abril,
quando os meninos de hoje
ainda não tinham nascido
e a nossa liberdade
era um fruto prometido,
tantas vezes proibido,"
José Jorge Letria

Que tempos em que vivemos, que tempos!!!
Como é que é possível tantos anos de trabalho e tanta "civilização" e "miragens de progresso para nos virem a empobrecer desta maneira?
 

 

sábado, 16 de junho de 2012

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Segue o teu destino

Porque também nos apetece ler poesia!

Segue o Teu Destino

Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias.

A realidade
Sempre é mais ou menos
Do que nos queremos.
Só nós somos sempre
Iguais a nós-proprios.

Suave é viver só.
Grande e nobre é sempre
Viver simplesmente.
Deixa a dor nas aras
Como ex-voto aos deuses.

Vê de longe a vida.
Nunca a interrogues.
Ela nada pode
Dizer-te. A resposta
Está além dos deuses.

Mas serenamente
Imita o Olimpo
No teu coração.
Os deuses são deuses
Porque não se pensam.

Ricardo Reis, in "Odes"

segunda-feira, 4 de junho de 2012

1501 - Mais um ano passado!

Este blogue festejou mais um aniversário! Tem sido um fiel depositário de muitas emoções e poesias.

Se por estes dias nele tenho tido uma atividade mais reduzida não é por falta de temática, mas pelo estado de alma do seu proprietário. Novos desafios, outros ambientes mais abertos, a necessidade de "não entrar em parafuso" no respeitante ao buraco em que nos meteram (sanidade mental precisa-se!). 

Por agora sinto-me mais forte e mais entusiasmado com as propostas que me vão aparecendo e que, por pudor, delas não tenho feito relato aqui. Tenho visto trabalhos e iniciativas excelentes por parte de algumas escolas. Tenho visto esforço e dedicação por parte de muitos docentes. só não tenho visto é políticas e políticos à altura das gentes que por aqui vivem.

"Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não, do tamanho da minha altura..." (Fernando Pessoa) Isto vale para o bem e para o mal. ao longo destes anos tenho visto mesmo muitos anões que não enxergam um palmo à frente e gente maravilhosa que tudo fazem florir à volta!

Quero continuar com o meu velho lema: "O melhor ainda está para vir!" e não começar a olhar para trás. Felizmente que neste ano de 2011/12 fui capaz de voltar a olhar para a frente! O caminho voltou a fazer-se!
não sei para onde vou, sei que já nunca mais irei por aí...

Que bela síntese de um ano que passou!

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo...
Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não, do tamanho da minha altura...

Nas cidades a vida é mais pequena
Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.
Na cidade as grandes casas fecham a vista à chave,
Escondem o horizonte, empurram o nosso olhar para longe
de todo o céu,
Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos
nos podem dar,

E tornam-nos pobres porque a nossa única riqueza é ver.

Alberto Caeiro

Ler é fundamental (RIF Campain)

Nos Estados Unidos lança-se atualmente uma campanha para a promoção da leitura e literacia


Os seus objetivos são:
"Our vision:
Our vision is a literate America in which all children have access to books and discover the joys and value of reading.

Our mission:
To motivate young children to read by working with them, their parents, and community members to make reading a fun and beneficial part of everyday life. RIF's highest priority is reaching underserved children from birth to age 8."

Ler mais em: http://www.rif.org/

Afinal quando se lançou o PNL em Portugal não se estava  a pensar mal!

As palavras e o seu significado / Words and meaning

Post retirado daqui - Obrigado Ana Tarouca!

 ---

As palavras e o seu significado / Words and meaning

It is not that the meaning cannot be explained. But there are certain meanings that are lost forever the moment they are explained in words.

Haruki Murakami